2016: Mais um ano de retração em vendas? O que os concessionários podem fazer para saírem da crise mais fortes



O ano de 2015 foi desafiador para o mercado automotivo, mas também trouxe muitas oportunidades de melhorias para algumas concessionárias que decidiram apostar seus investimentos em canais de marketing mais efetivos. Se 2015 apresentou um cenário de retração, 2016 pode ser um ano para se criar novas oportunidades de negócios por meio de ferramentas de marketing digital integradas, principalmente quando a crescente presença dos usuários em dispositivos móveis é observada.

Desde 2013, concessionárias de marcas como Hyundai, Nissan e Honda são exemplos de marcas que experimentam ações estratégicas de marketing, explorando soluções digitais desenvolvidas para a indústria automotiva como a Plataforma Blueprint, da Search Optics (veja mais no White Paper Gratuito). Essas concessionárias já observam crescimento na taxa de conversão de visitantes em leads e no engajamento dos usuários, aumento no tráfego mobile e na duração da sessão média de clientes móveis orgânicos, além da diminuição da taxa de rejeição de consumidores móveis. E, mais importante, o aumento das conversões ultrapassa 30%. As estratégias utilizadas por essas três marcas e suas categorias de melhorias podem ser conferidas no link.
Em 2015, a Search Optics foi capaz de ajudar diversas concessionárias a realocarem seus investimentos de marketing em canais digitais que tiveram melhor retorno. Para 2016, existem oportunidades que os concessionários podem explorar para obter resultados superiores com lançamentos de novos modelos, vendas corporativas e especiais, aumento na procura por peças e serviços, além de melhorarem a eficiência dos processos internos.

De modo geral, as concessionárias precisam prestar mais atenção na importância de ter e executar uma estratégia de marketing digital eficiente. Diante de um mercado disputado, oferecer benefícios para os consumidores - abrangendo do processo de pesquisa a navegação ágil e adequada - pode determinar a conversão de leads. Algumas soluções podem ser exploradas, como:

Migração para dispositivos móveis:

O uso da internet via dispositivo móvel por compradores de carro está cada vez maior, superando os acessos por desktop. No último trimestre de 2015, cerca de 72,4 milhões de brasileiros acessaram a internet via smartphone, segundo a pesquisa Mobile Report da Nielsen. Os números expressivos comprovam que se uma concessionária não possui estratégias mobile essas devem ser as prioridades para 2016. Os clientes móveis querem uma maneira simples e confiável para pesquisar, acessar informações, conteúdos e funcionalidades necessárias durante cada processo de compra.

Site responsivo:

De acordo com uma pesquisa da Social Media Hat, 47% dos consumidores não voltariam a acessar um site se ele não carrega corretamente em seus dispositivos móveis. Portanto, se uma empresa não fornecer um site móvel totalmente funcional, fácil de usar, ela pode perder negócios para o concorrente.

Mudanças recentes do algoritmo de busca do Google passaram a considerar mais relevantes os sites amigáveis a celulares, demonstrando queda de 21% em mais de 20 mil endereços não compatíveis com dispositivos móveis. Além disso, também houve queda abrupta na presença desses sites não responsivos nas três primeiras páginas de pesquisa do Google. Os dados são de uma pesquisa da BrightEdge e as vantagens de um site responsivo podem ser conferidos neste link.

Conteúdo relevante:

Apenas um site responsivo não é o bastante. Consumidores de automóveis que estão no final do funil de marketing visitam sites de concessionárias com a intenção de conhecer estoque, preços, horários de funcionamento e outros detalhes. Por isso, os sites precisam ser otimizados para entregar essas informações. Dedicar recursos para produzir, publicar e promover o conteúdo é sem dúvida uma das mais difíceis tarefas de marketing digital, porém, as empresas devem olhar para a criação de conteúdo como um investimento.

Na Search Optics, por exemplo, este esforço foi responsável por um aumento de 62% no tráfego orgânico das concessionárias, o que resultou em mais de 250% de aumento no total de eventos, como novas pesquisas de estoque, maior engajamento móvel e cliques às chamadas.

Para complementar a estratégia de conteúdo é preciso ainda ter uma boa campanha de mídias online alinhada aos objetivos do negócio e monitoradas para que possam ser melhoradas com o tempo. Estratégias como Anúncios de Concessionárias (AVD), que são veiculados no Google de acordo com a palavra-chave do usuário, são capazes de aumentar a taxa de cliques dos consumidores de três a quatro vezes. Essa estratégia, adotada pela Search Optics em 157 concessionárias, pode ser conferida no link.

Marketing Mobile-first:

Uma abordagem mobile-first considera a qualidade da experiência do usuário antes de qualquer coisa, considerando todos os aspectos da presença online incluindo estratégias de conteúdo, design do site e SEO. Atingir todos os pontos da jornada dos consumidores, desde a fase da investigação até a fase final, são estratégias de marketing digital que podem aumentar o engajamento dos usuários, gerar melhores leads e visitas às concessionárias.

As melhores práticas de mobile-first envolvem: o formato e interface do site, um portal funcional para atingir resultados, a entrega do que o usuário está procurando através de fácil acesso a conteúdos, além de engajamento e conteúdo relevante. O passo a passo das ações de mobile-first pode ser conferido no link.

Plataforma Blueprint:

O Blueprint é uma plataforma de sites responsivos da Search Optics desenvolvida para a indústria automotiva que oferece alto poder de conversão de visitantes em leads. Como uma plataforma baseada em nuvem, o Blueprint permite que os concessionários aumentem sua presença online e móvel facilmente. Em média, os clientes da Search Optics experimentaram um aumento de 36% na taxa de conversão de visitantes em leads depois de migrarem para sites Blueprint, assim como 19% de aumento na quantidade de leads.

Com resultados que alcançaram aumento de 101% no tráfego orgânico mobile, as características, benefícios e resultados podem ser acessados no link.

Em 2016, não há possibilidade de investir em estratégias de marketing digital sem considerar a presença dos consumidores no universo mobile. Os conceitos de website responsivo, conteúdo relevante, mobile-first e tecnologias como o Blueprint são capazes de maximizar a força de vendas das concessionárias.


Comentários

Nome Completo:*
E-mail:
Comentários:*

Recent Posts